Universo que vem do barro

Com o tema Vidrados, a Bel Lar enriquece projeto Jornada da Cerâmica com Israel Kislansky com duas convidadas muito especiais

Insta: Bel Lar Casa ContemporâneaIsrael kislanskyHelena BrizidoLéa Diegues

A cerâmica como matéria, como tema, é algo sempre apaixonante. A história dessa técnica, uma das mais antigas desde que a humanidade começou a deixar rastros no planeta Terra, intriga e encanta. A cerâmica foi sofrendo mudanças ao longo dos tempos, em função da descoberta de novos materiais e novas tecnologias na sua fabricação. Uma delas é o vidrado, com técnicas e conhecimentos que foram preservados, desenvolvidos e difundidos de diversas maneiras em diferentes culturas, desde os primórdios.

Os vidrados    têm    papel    fundamental    na    cerâmica, seja para impermeabilizar, facilitar na limpeza, seja para embelezar, oferecendo cores e texturas diferentes ao objeto cerâmico. Elaborar   um   vidrado   não é tarefa fácil. Matérias primas, composição química, preparação, aplicação e queima, entre outras etapas do processo, formam um conjunto de conhecimentos que nem sempre se relacionam de maneira clara e objetiva.

O assunto faz parte da live Jornada da Cerâmica com Israel Kiskansky, um projeto da Bel Lar, que tem deixado o público que assiste admirado pela riqueza de informações que apresenta a cada edição. Desta vez, Kislansky tem como convidadas as ceramistas Helena Brízido, natural de Moçambique e a mineira Lea Diegues.

Lea nasceu em Belo Horizonte, em 1960. É uma artista com formação em escultura e cerâmica pela Universidade Federal de Belas Artes, em Juiz de Fora e pela Guignard, de Belo Horizonte. Em 2009 ela foi convidada para criar a CERÂMICA DO INHOTIN – OTI, montando ao lado do Instituto um centro completo de produção cerâmica, dedicado a desenvolvimento de produtos, da criação a execução em escala.  A partir de 2017, Lea Diegues passou a se dedicar ao Ateliê/Estúdio LEACERAMICA, onde desenvolve projetos originais de design em cerâmica exclusivos, vendidos para todo o Brasil.

Já Helena Brízido é natural de Moçambique e fundadora do Espaço Artestoril, em Portugal. Foi em 2005 que ela iniciou seu percurso na cerâmica, em São Paulo. Se envolveu tanto pela arte em cerâmica que, entre 2008 e 2013 frequentou o curso de cerâmica da Ar.Co, principal escola de cerâmica de Lisboa, na qual, a partir de 2014, passou a integrar o corpo docente, lecionando o curso sobre vidrados. Como artista tem participado e promovido workshops por toda Europa e realizado exposições coletivas e individuais como nos Museu da Cidade e do Chiado, em Lisboa.

Uma oportunidade e tanto para desbravar esse vasto universo da cerâmica.

DIA 17/6 às 19h30

Vagas limitadas pelo ZOOM.

Inscrição pelo whatsapp 55 31 97112.2180 (Fernanda Okano), ou CLIQUE AQUI!

FOTOS GENTILMENTE CEDIDAS PELAS CERAMISTAS

DESTAQUES

Ouça nossas playlist em

LEIA MAIS

Mistura Fina

Projeto do escritório Casa Tereze para apartamento em São Conrado, no Rio, une a bossa carioca com a alma mineira

Arte entre muitas camadas

Ana Claudia Almeida impacta tanto com a solidez quanto fluidez de seus trabalhos, sucesso em galerias brasileiras e no exterior

Presente imperativo

A demanda de construir uma casa em tempo mínimo não impediu ao escritório Bloco Arquitetos, de Brasília, de superar expectativas

plugins premium WordPress