Lição de Cultura

Sant Jordi, o nosso São Jorge, é padroeiro da Catalunha. Nessa região da Espanha, ele tem dia celebrado com festa

Aqui, ele é conhecido como São Jorge, na Catalunha, como Sant Jordi, padroeiro da região da Espanha, e por isso mesmo, tem seu dia celebrado com grande entusiasmo e alegria.  Todos os anos, no dia 23 de abril, as ruas das cidades ficam lotadas de gente e barracas que vendem livros e rosas. 

Além de celebrar a festa do padroeiro, o movimento relembra uma tradição baseada no amor e na cultura.  A lenda conta que há muito tempo, em Montblanc (Tarragona), um dragão feroz, capaz de envenenar o ar e matar com seu sopro, havia aterrorizado os habitantes da cidade.  Os habitantes, assustados e cansados ​​de suas devastações e delitos, decidiram acalmá-lo alimentando-o com uma pessoa por dia a ser escolhido por sorteio. 

Depois de vários dias, o azar caiu sobre a princesa.  Quando a princesa estava deixando sua casa e indo em direção ao dragão, um cavaleiro chamado Jordi, em uma armadura brilhante e um cavalo branco, de repente apareceu para salvá-la. 

Jordi ergueu sua espada e perfurou o dragão, finalmente libertando a princesa e os cidadãos. Do sangue do dragão brotou uma roseira com as rosas mais vermelhas que já haviam sido vistas.  Sant Jordi, triunfante, arrancou uma rosa e ofereceu-a à princesa. 

Dar rosas é o que há de mais significativo nesse dia, feriado na Catalunha.  Qualquer pessoa pode fazer essa oferenda, embora, como dita a tradição, era o homem quem devia entregar uma rosa à sua amada. 

Hoje em dia, essa parte da história está superada o e todo mundo dá e recebe rosas. É por isso que alguns o consideram o Dia dos Namorados catalão, porque se diz que Sant Jordi é, por excelência, o padroeiro dos amantes na Catalunha. 

Além disso, 23 de abril é o Dia Mundial do Livro promovido pela UNESCO em 1995. Neste dia, no mesmo ano, morreram Miguel de  Cervantes (1547 – 1616) e William Shakespeare (1564 – 1616). Por isso, neste dia, além da troca de rosas, dar livros é a forma de comemorar uma das tradições mais arraigadas na cultura: o catalão ( a língua catalã), orgulho dos habitantes desse maravilhoso lugar. Acrescente-se que se tornou um clássico receber as últimas notícias literárias, as edições especiais ou a assinatura e dedicatória do seu autor preferido.

PROGRAMA DO DIA

Ouça nossos podcasts para

Ouça nossas playlist em

LEIA MAIS

Sobre a mesa, o sonho

A experiência e as vivências de Ticha Ribeiro somam para que Ma Perle seja uma marca única de Table Couture

Realismo fantástico

Equilibrar razão e emoção em um ambiente encantador e também funcional? O projeto de Manoela Beneti é uma boa resposta