CASA PÁTIO

Projeto do escritório Shieh Arquitetos Associados privilegia vazios em casa onde não falta espaço para muita prosa e infinita poesia

Insta: SHIEH ARQUITETOS ASSOCIADOS

O menino era ligado em despropósitos. Quis montar os alicerces de uma casa sobre orvalhos. A mãe reparou que o menino gostava mais do vazio do que do cheio. Falava que os vazios são maiores e até infinitos. (Trecho do poema O menino que carregava água na peneira, de Manoel de Barros).

Tem poesia mais bonita para ilustrar o projeto de uma casa em que, dos dormitórios é possível colocar o pé na grama? Os autores do projeto, da Shieh Arquitetos Associados, foram beber nessa água cristalina para criar “a casa pátio para dois meninos”, em Vinhedo, SP.

Essencialmente térrea, ela tem quatro pavilhões interconectados: churrasqueira (desfrutando da vista de um lago à frente da casa), sala, quartos, e piscina coberta. O pátio central é espírito do lugar.  De todos os ambientes, vê-se a chuva regar o singular ipê amarelo.  Num dia ensolarado, vê-se os filhos brincando no jardim.

Construtivamente, a proposta é de uma obra austera e com o desejo de que possa ficar melhor com a passagem do tempo. A casa é majoritariamente em blocos de concreto (alvenaria estrutural), com um conjunto de vigas de concreto e lajes tipo painel treliçado – tudo aparente.

Os acabamentos seguem o mesmo raciocínio: intercala-se piso de assoalho em taquinhos de madeira cumaru e mosaico português. Sob o pretexto de um mezanino-coringa, estabelece-se um pé-direito duplo na sala, que também esbanja poesia ao receber o sombreamento de um muxarabi em madeira na face do pátio.

A piscina em raia é coberta e enclausurada, aquecida por painéis solares. A ideia é o convite ao uso diário e ambivalente – uma estratégia para se queimar energia das crianças, e um local meditativo (como o onsen de um ryokan).

A arte tem papel de destaque no projeto, com um geométrico painel de azulejos na piscina especialmente elaborado por João Nitsche, e tela vertical sobre a lareira por Erica Mizutani. Localizada em Vinhedo, em São Paulo, o projeto foi concluído em janeiro de 2020, tem 400 m2 de área construída, em terreno de 850 m2. A arquitetura é do escritório Shieh Arquitetos Associados (Leonardo Shieh, Shieh Shueh Yau, Irene Shieh, Victoria Mendes Ribeiro, Karen Minoda, Nathalia Grippa, Ricardo Azevedo, Rodrigo Chedid).

FOTOS: LEONARDO SHIEH

DESTAQUES

Ouça nossas playlist em

LEIA MAIS

Atração e repulsa

Ruídos, exposição da artista Berna Reale, em cartaz no CCBB BH, apresenta um recorte da extensa produção da artista paraense

Muito além dos muros do museu

Série audiovisual Caminhadas, lançada recentemente pela Oficina Francisco Brennand é um convite para uma jornada pela de redescobertas e inspiração

Cheio de graça

Reforma de um apartamento no centro de Belo Horizonte apresenta soluções que conferem uma digital única a todos os ambientes

De bem com a vida

Projeto paisagístico de Flavia D’urso em propriedade no sul da Bahia respeita a natureza e cria um paraíso muito particular.

plugins premium WordPress