Architizer A+Awards

Premiação internacional que celebra o melhor da arquitetura tem três mineiros como finalistas, cada um em uma categoria diferente

Insta: ARCHITIZER A+ AWARDSGISELE BORGESGUSTAVO PENNACRISTINA MENEZES

Architizer A+ Awards, German Design, IF Design Award, Pritzker. Eis algumas das mais importantes premiações internacionais que reconhecem o que vem sendo feito mundo afora de significativo em relação à arquitetura.

Enquanto o Pritzker é considerado o Nobel da área, incentivando a consciência social nos projetos arquitetônicos, outros prêmios como o German Design e o IF Design Awards e muitos outros focam nos desenhos mais inovadores. Já o Architizer A+ premia projetos em mais de 100 categorias e assim, consegue valorizar diferentes projetos de variadas propostas, com o que eles oferecem na essência.

A grande arquitetura é impulsionada tanto por conceitos e materiais quanto por decisões formais e programáticas, por isso as categorias A+Architecture Awards foram criadas para abranger as muitas facetas do design. As categorias de tipologia celebram os tipos de construção tradicionais. Já as categorias Plus reconhecem a ligação entre as considerações sociais e materiais e as estruturas que respondem a elas e, por fim, as categorias de firmas homenageiam o maior portfólio de trabalho de uma firma, com prêmios para firmas de todos os tamanhos, especializações e geografias.

Assim, o Architizer A+Awards é um programa de premiação focado em promover e celebrar, a cada ano, a melhor arquitetura e os melhores espaços do ano, divulgando o trabalho dos premiados a um público global de mais de 400 milhões de pessoas.

Este ano, três escritórios mineiros, cada um em uma categoria distinta, estão entre os cinco finalistas de cada uma delas. O projeto da arquiteta Gisele Borges para o CASAMIRADOR Savassi, um edifício residencial com 14 lofts e 24 stúdios distribuídos em nove pavimentos, concorre na categoria DETAILS Architecture + Metal. A construção foi vestida por uma segunda pele, elemento em aço que traduz a identidade do projeto. Pensada como algo que oferecesse leveza e transparência, essa segunda pele recebeu perfurações randômicas, com tamanhos diferentes e, ainda assim, oferecendo um resultado harmônico que permitiu explorar uma rica gama de efeitos. A solução permitiu ainda um excelente conforto térmico das unidades. Por estar afastada das alvenarias proporciona um sombreamento das vedações e boa ventilação através de um colchão de ar renovável.

Já a arquiteta Cristina Menezes concorre com o projeto CASA ACQUA,  finalista na categoria Residential – Private House ( XS <1000 sq ft) . Trata-se de uma criativa releitura da configuração das casas romanas da antiguidade, transportada para módulos independentes, em brincadeira geométrica que os une por uma pérgula central. Cozinha, living, escritório e banheiro, e quarto são rodeados por um espelho d’água e têm fechamento feito por brises e toldos que descem até o chão. O layout interno é tão flexível quanto a proposta arquitetônica, com detalhe que fazem toda a diferença.

O veterano Gustavo Penna concorre com o projeto Carmo Coffes, na categoria Factories & Warehouses. O edifício símbolo da excelência da marca tem construção impactante com volumetria monolítica e horizontalizada e apresenta um um recorte elíptico que perpassa fachada e cobertura, conformado por vidros triangulares, uma alusão ao formato de um grão de café. É a a única fonte da luz natural incidente nos interiores. Que, assim, caracteriza-se pela ambiência imersiva do amplo saguão – à noite, o recorte cria o efeito lanterna no horizonte. 

CAPA: Casamirador, por Gisele Borges. Foto ArqBH

DESTAQUES

Ouça nossos podcasts para

Ouça nossas playlist em

LEIA MAIS

Arquitetura em toda parte

Trajetória da arquiteta Gisele Borges pode ser definida por um trabalho consistente, poético, inovador e com competência em diversas áreas

ILUDI

Marca que nasceu da inquietação de dois arquitetos e designers mineiros aposta no que eles costumam chamar de minimalismo tropical

Bossa carioca

Estúdio de 52m2 entre o mar e a lagoa, no Rio é o resumo do charme bem brasileiro e inconfundível

Garra e encanto

Uma das mais importantes companhias do cenário teatral brasileiro, Grupo Galpão comemora 40 anos com uma extensa e intensa programação.