Remanso efervescente

Insta: GuajaDrinks por JezebelCibele GuimarãesSátiraBaanko

Nem precisa entrar para saber que há algo especial no GUAJA. Da rua mesmo, uma esquina entre a avenida Afonso Pena e a rua Santa Rita Durão, na parte mais gostosa do coração de Belo Horizonte, já dá para sentir o clima do lugar. O casarão modernista alia à arquitetura de época um frenesi cosmopolita marcado pelo entra e sai de pessoas diversas que, ao mesmo tempo, parecem ter algo em comum entre elas.

Mas é entrando lá, nesse cooworking, certamente ranqueado entre os mais descolados do país, que a sensação de estar em lugar especial é acrescida pela vontade de pertencer a ele. Um dos charmes da construção é o bar, agora funcionando também como restaurante, situado na parte externa. E não é qualquer área externa, já que a herança modernista permite um sonho: contra a solidez estática propõe o “movimento” de um navio que navega sem ter que sair do chão. E assim, a esquina, em curva, auxilia a ideia de que esse espaço se traduza em um convés. E é assim mesmo que ele foi apropriado pelos irmãos Lucas e Bruno Durães, os nomes à frente do GUAJA.

Por ser uma extensão do cooworking ao ar livre, nesse “convés” é possível ver gente trabalhando em uma mesa e, em outra, pessoas saboreando um drink e pondo a conversa em dia. Além da música boa, com playlist preparado carinhosamente pelo TENDÊNCIAS, e a presença de djs em dias específicos, o bar, em si, é uma atração à parte, com a presença da bartender e mixologista Cibele Guimarães, mais conhecida na noite por Jezebel, bem ali, no balcão a céu aberto, desenvolvendo os drinks que são unanimidade entre os frequentadores. Ela é uma espécie de estrela da casa, com seu temperamento de um tipo de gente que parece que está sempre pronta para uma festa.

Entre os que são assinados por Cibele, um bloodmary (dos deuses!) e o GUAJA, drink feito dessa fruta imaginária, aliás fruto de pura inspiração dessa turma que a desenvolveu: concepção gráfica do designer Gustavo Greco, cheiro criado pela especialista em aromas Daniella Domingues e sabor, presente no drink e no suco de GUAJA, desenvolvido por Cibele Guimarães. “Esse foi o maior desafio da minha vida profissional”, revela Cibele, que guarda a receita original a sete chaves (não adianta insistir, ela não vai te contar). GUAJA e Cibele é caso de amor antigo que se reforça agora com a presença da bartender mais próxima da clientela, em um balcão estilo americano.

São histórias como a da fruta GUAJA, criada no início do coworking que reafirmam a principal vocação de um espaço tão pulsante e criativo. “O GUAJA sempre foi pautado pela diversidade. Aqui, todo mundo é bem-vindo”, comenta Lucas Durães enquanto relembra que, em março do ano passado, por causa da pandemia, o GUAJA fechou suas portas sem saber quando retornaria, anunciou em maio o fechamento definitivo e agora renasce ainda mais vigoroso.

Tudo que compõe a essência GUAJA continua em vigor: atmosfera deliciosa ao ar livre, um andar exclusivo para residentes, salas de reuniões, comes & bebes únicos e uma comunidade efervescente. O retorno em 2021 também veio cheio de novidades, a começar pelas parcerias que marcam essa nova fase.  Uma delas, com a Sátira, empresa de gastronomia e entretenimento que assumiu a operação do restaurante, otimizando os serviços e elaborando um novo e atraente cardápio para o dia e para a noite. A outra, com a Baanko, empresa que fomenta o ecossistema de negócios de impacto e inovação, que também está funcionando no mesmo endereço, oferecendo uma ótica importante sobre o empreendedorismo social e sustentável.

Há 6 anos funcionando no casarão modernista, o GUAJA continua sendo o lugar onde empreendedores e criadores se encontram para trabalhar, aprender e se divertir em um dos bares mais charmosos de Belo Horizonte.  Sempre inspirando ideias e conectando oportunidades que fomentam a economia criativa e a cena cultural da cidade.

Funcionamento atual:

Segunda a sábado: 11h às 22h

Domingo: 12h às 18h

Reservas para coworking privativo: a partir das 9h

Sexta, sábado e domingo: programação com DJs

PROGRAMA DO DIA

Ouça nossos podcasts para

Ouça nossas playlist em

LEIA MAIS

Sobre a mesa, o sonho

A experiência e as vivências de Ticha Ribeiro somam para que Ma Perle seja uma marca única de Table Couture

Realismo fantástico

Equilibrar razão e emoção em um ambiente encantador e também funcional? O projeto de Manoela Beneti é uma boa resposta