Projeto de Junior Piacesi integra razão e emoção

Em obra executada durante a pandemia, arquiteto foca no uso dado aos ambientes pelo proprietário em layout fluido e simples

Insta: Junior PiacesiPiacesi Arquitetura

Lar é onde a gente mora ou é ele que mora na gente? Talvez, para de fato existir com a identidade de quem nele vive, a casa tem, primeiro, que viver dentro de quem a pertence. Talvez, só assim seja possível um relacionamento com as coisas que nela se instalam ao longo da história que se constrói nesse espaço delimitado por paredes, portas, chão, teto e janelas. Faço essa reflexão ao deixar meus olhos passearem por esse projeto do arquiteto Júnior Piacesi, obra executada durante a pandemia e que acabou de ficar pronta.

Pronta a obra, o projeto de Piacesi permite que esse apartamento se abra para as histórias que começam a partir daqui. “Acredito que o layout tem que atender o uso que o morador quer dar aos espaços. Por isso eles foram pensados de forma fluida e simples. Quando há excesso de peças, mobiliário e adornos, você engessa a narrativa que só se constrói com o tempo. O que vai dar o caráter de único aos ambientes acontece devagar, tem que estar relacionado com aquilo que realmente emociona quem vive neles, sem pressa” explica Piacesi.

Para um apartamento antigo, situado no bairro Belvedere, em Belo Horizonte, Piacesi investiu na amplitude espacial, integrando os ambientes e, assim, permitindo uma ventilação e iluminação mais eficientes. A intenção do proprietário era repaginar tudo e trabalhar alguns pontos do Feng Shui, técnica milenar chinesa de arrumação dos cômodos, cujo objetivo é o de equilibrar as energias e atrair harmonia. Os chineses dizem que essa arte é como o vento que não se pode entender, e como a água que não se pode agarrar.

A opção pelo revestimento em cimento não só no piso, mas também nas paredes consegue unir em uma mesma proposta a ideia de renovação e simplicidade e oferecendo, ainda, um conceito mais arrojado. Trabalhado no preto, branco e cinza, o apartamento está pronto para o que virá a partir de agora. Nas paredes, as telas são da AM Galeria de Arte.

Fotos: Gustavo Xavier

DESTAQUES

Ouça nossas playlist em

LEIA MAIS

Atração e repulsa

Ruídos, exposição da artista Berna Reale, em cartaz no CCBB BH, apresenta um recorte da extensa produção da artista paraense

Muito além dos muros do museu

Série audiovisual Caminhadas, lançada recentemente pela Oficina Francisco Brennand é um convite para uma jornada pela de redescobertas e inspiração

Cheio de graça

Reforma de um apartamento no centro de Belo Horizonte apresenta soluções que conferem uma digital única a todos os ambientes

De bem com a vida

Projeto paisagístico de Flavia D’urso em propriedade no sul da Bahia respeita a natureza e cria um paraíso muito particular.

plugins premium WordPress